27 janeiro 2013

Ladrão de Almas, de Alma Katsu

Postado por Renato Nascimento às 15:44
Reações: 

Título: Ladrão de Almas
Autor: Alma Katsu
Número de páginas: 430
Editora: Novo Conceito
4 de 5





      No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas que Luke já conheceu. Ele é, inexplicavelmente, atraído por ela… mesmo ela sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido.
      Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew, Maine, quando ainda era um templo Puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny faria qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação depende totalmente de seu passado.

   Primeiro, devo dizer que gosto de romances sobrenaturais, apesar de ler pouco. Quando a Novo Conceito me enviou o livro, fiquei ansioso para ler logo. Capa perfeita, sinopse instigante e booktrailer de arrasar. Que mais precisa?

   Então, vou começar dizendo logo o que faltou nesse livro. Tudo começa bonitinho com o Luke no hospital, aí a Lanny aparece e muda a vida do cara. Ela mostra as habilidades que possuí para ele, e o bobão joga tudo pelos ares e ajuda ela a escapar. Por Kratos, quem faz isso? Hein? Por favor, menos.
   Os capítulos em que a Lanny conta a história dela são os melhores! Entramos em um romance histórico incrível, com personagens bem construídos. O amor obsessão que a Lanny tem pelo coitado Jonathan é entediante. Ela faz de tudo (de tudo mesmo, ok?) para se oferecer e chamar a atenção  Sério, eu fiquei com dó dele. Coitado. Imagine como deve ser chato ter uma garota atrás de você o tempo todo? Só no final descobrimos o que dá esse nome ao livro. E realmente é muito chato ficar lendo e lendo e nada de surpresas. A autora não coloca a trama principal no começo do livro, e só pela página 360 que as coisas começam a acontecer de verdade e aparece o "sobrenatural"
   Apesar de não ser um super livro, ele tem sim elementos que o torna sedutor, instigante, e até mesmo "bonito".

"O amor pode ser uma emoção barata, facilmente oferecida, apesar de que não me parecesse assim naquela época. Em retrospecto, sei que só estávamos tapando os buracos de nossas almas, do jeito que uma onda carrega areia para encher os orifícios de uma praia cheia de pedras. Nós, ou talvez fosse só eu, saciávamos nossas necessidades com o que declarávamos ser amor. Mas, no final, a onda sempre leva de volta aquilo que trouxe."


   Um ponto indeciso é a narrativa. É muito difícil se acostumar quando estamos no presente. É uma espécie de 3ª pessoa no presente, e como nunca li nada assim, me incomodou. Já a narrativa da Lanny é muito mais comum, então me agradou bastante. Não me entendam mal, mas eu ainda prefiro a velha primeira pessoa :D


"Agora compreendo que somente um tolo busca garantias no amor. O amor demanda tanto de nós que, em troca, tentamos garantir que ele dure. Nós queremos eternidade, mas quem consegue fazer tais promessas? "


   Apesar da demora para a história ficar realmente impossível de largar, o final do livro é muito satisfatório, e eu realmente quero ler os outros livros da trilogia. Alma Katsu conseguiu construir um universo bem elaborado e o segundo volume tem tudo para ser ótimo! 


"Quando, de fato, dentro daquela juventude encantadora, estava o monstro da história, o coletor de força e o ladrão de almas!""

1 comentários:

Brenda Ellen on 19 de setembro de 2013 11:17 disse...

Meu Deus .. eu nunca li um livro assim e me apaixonei .. a forma como a trama se desenrola e por mais que voce ja saiba do final se surpreende de como aconteceu .. eu cheguei a chorar a ler esse livro , ele mecheu muito comigo e com certeza recomendarei pra amigas .

Postar um comentário

 

Marco do Percurso Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Modificado por Renato Nascimento