17 julho 2012

Resenha » O Clã dos Magos

Postado por Renato Nascimento às 05:00
Reações: 

O Clã dos Magos
Trudi Canavan – 446 páginas – Editora Novo Conceito

sinopse
  Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purifi car as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam.
  Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem  dificuldades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente.
  Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo da Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.


  booktrailer




  Fantasia sempre foi o meu gênero literário preferido. Talvez eu goste tanto porque lá encontro um refúgio em um mundo imaginário e com muita magia. E é exatamente isso que encontrei em O Clã dos Magos. 
  Se fantasia é bom, com magos (bruxos, feiticeiros) é melhor ainda. Fiquei surpreso ao ver que no livro os magos são vistos pelos moradores da favela como pessoas ruins. Essa é uma definição antiga dos contos de fadas, e fiquei feliz pela autora trazer isso de volta, pelo menos até o final do livro. 
Adorei a capa do livro. Simples mostra o essencial. Sonea em uma túnica negra (é ela, né?) e Imardin atrás dela. Porém, um detalhe me deixou intrigado. No livro, ficamos sabendo que cada mago uma uma cor de túnica de acordo com aquilo que escolheu se aprofundar. O único personagem que usa uma túnica negra é o Lorde Supremo. Será  Sonea a comandar o Clã futuramente?
  Dannyl é meu personagem preferido. Sua personalidade descontraída e sincera me cativou bastante. Sonea é uma protagonista real. Digo real porque ela tem medos e características próprias. Prefiro personagens assim do que aqueles bem perfeitinhos, sabem? Cery e Rothen são legais, mas não tem nada demais. São personagens que gostam da Sonea e querem ajudá-las. Faren (que também ajuda a nossa protagonista) é um pouco estranho. Não fui muito com a cara dele e acho que ele vai aprontar alguma. Fergun é um idiota preconceituoso que deveria ter seus poderes bloqueados e ser condenado a viver nas favelas sem dinheiro algum. É, não gosto dele. Ah, não podemos esquecer de Jonna e Ranel, tios de Sonea. Seria mais legal se Trudi tivesse explorado mais eles (aparecem poucas vezes), mas acredito que isso acontecerá nos outros livros.
  A narrativa de Canavan (sobrenome legal!), assim como qualquer outra bem feita, flui bem e quando você vê, o livro acabou e você fica procurando ao redor para ver se, magicamente, o próximo volume da trilogia aparece (não apareceu, para meu desgosto). Trudi criou um mundo novo, com diversos povos, uma cidade incrível e muita, muita magia. Conhecemos a história de Imardin e a origem do Clã dos Magos de Kyralia. 


  "Dizem que em Imardin o vento tem alma e chora lamentosamente pelas ruas estreitas da cidade porque se entristece com o que encontra por lá. No dia da purificação , ele assobiou por entre os mastros oscilantes da Marina, lançou-se através dos Portões Ocidentais e silvou entre os edifícios. Então, como se empalidecendo pelas almas atormentadas que lá encontrou, amansou até se tornar um lamento. "
  Página 11, Capítulo 1


  Uma coisa que me surpreendeu bastante foi que a autora não se esquece de nada. Tudo que é visto pela Sonea e outros personagens é explicado! Ela não deixa passar nada. Ela só deixou um ponto em aberto (grande o suficiente para  o próximo livro) que tenho certeza de que será bem explicado e devidamente resolvido. 
  Enfim, é um livro extraordinário. Trudi Canavan me conquistou. Espero que a Novo Conceito publique não só a Trilogia do Mago Negro, mas também as outras séries que a autora escreveu como Age of The Five, e aquelas que se passam antes ou depois dos acontecimentos nesta trilogia, como The Magician’s Apprentice e The Traitor Spy Trilogy.


Fantástico



2 comentários:

Crazy For Books on 22 de julho de 2012 16:21 disse...

Nossa...Nossa...

Adorei o seu blog e, principalmente sua resenha. Ficou Show! Estarei sempre por aqui!

Beijos Beijos

Lanny
http://leituraeoutrostantos.blogspot.com

Caíque Fortunato on 31 de julho de 2012 22:07 disse...

Oi, gostei da sua resenha. Li o livro assim que fui lançado, estava muito ansioso e a trilogia se tornou uma das minhas preferidas, estou ansioso pela continuação.

http://entrepaginasdelivros.blogspot.com.br/

Postar um comentário

 

Marco do Percurso Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Modificado por Renato Nascimento