15 julho 2012

Resenha » Viva Para Contar

Postado por Renato Nascimento às 05:00
Reações: 

Viva Para Contar
Lisa Gardner – 479 páginas – Editora Novo Conceito

sinopse

  Em uma noite quente de verão, em um bairro de classe média de Boston, um crime inimaginávelfoi cometido: quatro membros da mesma família foram brutalmente assassinados. O pai — e possível suspeito — agora está internado na UTI de um hospital, entre a vida e a morte. Seria um caso de assassinato seguido por tentativa de suicídio? Ou algo pior? D. D. Warren, investigadora veterana do departamento de polícia, tem certeza de uma coisa: há mais elementos neste caso do que indica o exame preliminar. 

  Danielle Burton é uma sobrevivente, uma enfermeira dedicada cujo propósito na vida é ajudar crianças internadas na ala psiquiátrica de um hospital. Mas ela ainda é assombrada por uma tragédia familiar que destruiu sua vida no passado. Quase 25 anos depois do ocorrido, quando D. D. Warren e seu parceiro aparecem no hospital, Danielle imediatamente percebe: vai acontecertudo de novo.  Victoria Oliver, uma dedicada mãe de família, tem dificuldades para lembrar exatamente o que é ter uma vida normal. Mas fará qualquer coisa para garantir que seu filho consiga ter uma infância tranquila. Ela o amará, independentemente do que aconteça. Irá protegê-lo e lhe dar carinho. Mesmo que a ameaça venha de dentro da sua própria casa.


  booktrailer



  MEU DEUS! Preciso de mais livros dessa escritora. Quando foi que você viu um suspense com crianças psicóticas
  Lisa Gardner, com sua narrativa incrível e seu enredo inesperado, conquistou não só a mim, mas também à minha mãe, que compartilha da mesma opinião que eu: O LIVRO É FANTÁSTICO! 
  D.D Warren, Danielle e Victoria tem poucas coisas em comum, mas a autora consegue ligá-las de uma forma surpreendente. 
 Uma coisa que eu gosto de fazer é imaginar como seria um filme baseado no livro que li. Com certeza assistiria Viva Para Contar no cinema, mas minha mãe prontamente anunciou que nunca veria um filme desses. Os personagens são tão maravilhosamente construídos que chegamos a ter medo deles (Evan particularmente me assusta)
  Durante o decorrer da história, Gardner altera a narrativa entre as três protagonistas, deixando o livro bem detalhado. Quando ao autor dos crimes, ela consegue nos confundir e nos surpreender depois. Como disse minha mãe, ela nos deixou perdidos de um jeito bom. 
  Resumindo, o livro é super recomendado e com toda a certeza vale a pena parar o que estiver fazendo para lê-lo. 


Incrível



1 comentários:

Lia on 16 de julho de 2012 19:41 disse...

Wôw, esse livro parece ser bem legal!
O começo da sinopse lembra um pouco O Hipnotista, com família assassinada e um sobrevivente sendo o suspeito. Mas depois vi que não tem nada a ver, rs.
Crianças psicóticas? Autor confundindo leitores para depois surpreender? Poxa, isso é pedir pra gente ficar curiosa! =)
Eu também gosto de imaginar como seriam filmes de alguns livros que leio. Tem uns que eu realmente não teria estômago pra ver, hahaha!
beijão!!

Postar um comentário

 

Marco do Percurso Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Modificado por Renato Nascimento