06 julho 2012

Resenha » O Sonho de Eva

Postado por Renato Nascimento às 05:00
Reações: 

O Sonho de Eva
Chico Anes – 304 páginas – Editora Novo Conceito



sinopse

Dra Eva Abelar, autoridade mundial em sonhos lúcidos, é informada de que seu filho, Joachim, uma criança autista, desaparece na mesma noite em que sua irmã, Anna, pula do 20º andar de um edifício em São Paulo. Anna era a principal cientista do projeto DreamGame, invento revolucionário que permite à pessoa jogar enquanto dorme.
Eva é convidada por Yume a assumir o lugar da irmã e, à procura de respostas, se envolve em uma trama perigosa, que alcança os limites dos desejos inconscientes do homem.
Enquanto usa seus conhecimentos para desvendar a morte de Anna e reencontrar Joachim, Eva descobre o quanto a sociedade está vulnerável à tecnologia e aos estímulos subliminares, e como esses estímulos podem sequestrar a liberdade e extinguir o livre-arbítrio.



Sonho Lúcido é o termo que refere-se à percepção consciente que temos de um determinado estado ou condição enquanto sonhamos, resultando em uma experiência da qual temos uma recordação muito clara ("lúcida") e nítida, normalmente aparentando termos tido controle e capacidade direta sobre nossas ações e, algumas vezes, o próprio desenrolar do conteúdo do sonho.Fonte: Wikipédia

   Eva Abelar, sonhos lúcidos, uma empresa escondida no subsolo, assuntos pouco estudados... Opa, isso é um Best-Seller? Bem, se não é, logo será;
 Vou começar falando da capa. Sempre tive mais apreço por capas “contínuas”. Isso é, aquelas que não mudam bruscamente na lombada e nas orelhas. E a capa d’O Sonho de Eva é assim, e ainda por cima mistura minhas duas cores favoritas. A diagramação do livro é ótima, e eu gostei dos capítulos serem subdivididos. Não gosto de parar a leitura antes do fim do capítulo, e com essas divisões fica mais fácil parar a leitura.
 A narrativa do Chico é simplesmente fantástica. Detalhada no ponto certo, informação na quantidade certa, ação e romance, segredos e cenas de tirar o fôlego. Ela me lembrou da narrativa do Dan Brown, mas é muito melhor.
 Todos nós gostamos de um bom enredo, não é? Pois bem, Chico Anes me pegou de surpresa.
Nunca tinha ouvido nada sobre esse assunto e fiquei surpreso ao perceber que era algo que a maioria de nós já teve. O livro tem MUITA informação explicada de um jeito simples, fácil de entender. Os Nove Desconhecidos, A Teoria do Lívre-Arbítrio, “O Terceiro Olho” (Glândula Pineal) e muitos detalhes sobre sonhos lúcidos.
Personagens... Eva, Anna, Joachim, Alec, Senhor Jhonti, Maureen, Tia Jane, Zed, La Gorda, Guus, Nik, Kurt, Pep, Suzy, UFA! Tão marcantes e tão importantes que, sem eles, o livro ficaria vazio.
 Chico Anes sabe escrever e manter tudo perfeito até o grande final. E que final! Só tenho uma coisa a dizer: P A R A B É N S! Espero que escreva mais livros.

Fantástico.

2 comentários:

Caíque Fortunato on 6 de julho de 2012 18:20 disse...

Eu li esse livro e gostei muito, e fico feliz quando outros blogueiros escrevem que gostaram também, sinal de que nossa literatura está sendo cada vez mais valorizada, isso é importante. Sua resenha ficou muito boa, simples e objetiva.

Abraços
http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

Enfim Shakespeare on 8 de julho de 2012 14:08 disse...

Pelo que li da resenha você gostou bastante do livro, espero ter a oportunidade de ler o livro

http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

Postar um comentário

 

Marco do Percurso Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Modificado por Renato Nascimento