18 janeiro 2012

O Nome do Vento » Patrick Rothfuss

Postado por Renato Nascimento às 17:09
Reações: 

» Título: O Nome do Vento
» Autor(a): Patrick Rothfuss
» Editora: Arqueiro (cortesia)
» Número de Páginas: 656
» ISBN: 9788599296493
Avaliação Final
5/5 - Magnífico



  Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss.                
  Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso.
  Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado.
  Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade.
  Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame.
  Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

  Magnífico, magnífico, magnífico, magnífico... Simplesmente o melhor livro (depois das Crônicas de Nárnia, claro). Conseguiu me cativar mais que Harry Potter!
  Meu gênero favorito é fantasia, mas eu não imaginava que este livro iria provocar essa reação. Sou muito exigente com fantasia, tem que saber escrever com detalhes, mas sem deixar a história cansativa. Tio Patrick conseguiu? Com o mais absoluto sucesso. A estória, os personagens, o desenrolar, o final... tudo muito, muito bem-feito e completamente encantador.
  Kvothe é um protagonista completo: tem uma missão, personalidade, medos e coragem, e acima de tudo, tem um coração. Já li muitos livros que são bons, mas que não possuem um sentimento, se tornam frios. Este é tão quente quanto um vulcão em erupção.
  É muito difícil escrever sobre esse livro... vocês sabem, resenhas curtas, só significam duas coisas: livro ruim e livro muito bom. Este, felizmente, é um livro magnífico! E não canso de repetir.
  Por ser o primeiro livro do autor, achei que seria um pouco fraco, mas ele definiu as coisas de tal forma que parece que escreve há cem anos. Criou uma trama, resolveu pontos ótimos e deixou um gigantesco ponto em aberto para os próximos livros, mas não foi decepcionante - foi incentivador. Só deu mais vontade de ler o próximo livro!
  Se eu apenas dizer que recomendo, estarei sendo frio demais. Você têm que ler esse livro! É quase um dilema. Realmente, o mundo da fantasia ganhou uma nova estrela.

Quotes favoritos

"Quase no fim do verão, ouvi acidentalmente uma conversa que me arrancou num tranco do meu estado e abençoada ignorância. Quando crianças, raramente pensamos no futuro. Essa inocência nos deixa livres para nos divertimos como poucos adultos conseguem. O dia em que nos inquietamos com o futuro é aquele em que deixamos a infância para trás."
Página 84 - Capítulo 12

"...Não me entenda mal. Não era espalhafatosa nem fútil. Olhamos para o fogo porque ele lampeja, porque brilha. É a luz que capta nosso olhar, mas o que faz o homem ficar perto do fogo nada tem a ver com sua forma luminosa. O que nos atraia para o fogo é o calor que sentimos ao chegar perto dele. O mesmo se aplicava a ela."
Página 374 - Capítulo 57

3 comentários:

Caíque Fortunato on 18 de janeiro de 2012 17:28 disse...

Oi, esse livro é enorme, tinha visto ele na livraria esses dias... Eu tenho muita vontade,quando tiver tempo, de ler essa obra, parece ser ótima. Sua resenha ficou muito boa, e fez aumentar a minha vontade de saber mais e viajar na história de O Nome do vento...

Abraços
Caique Fortunato - Entre páginas de livros / Twitter

Marcell on 19 de janeiro de 2012 12:24 disse...

Esqueça a tão falada crônica de gelo e fogo.
Essa sim é a melhor obra de fantasia que eu já li na minha vida. No aguardo do terceiro.
Nenhum livro havia me deixado tão ansioso pela continuação desde a minha infância com o bruxinho que hoje em dia é pop star.
Recomendo para todos.

Millena Bezerra on 20 de janeiro de 2012 10:31 disse...

Eu queeeeeeeeero taaaaaanto esse livro!
Engraçado essa sua observação "resenhas curtas: livros muito ruins ou muito bons" e parei para pensar que é verdade mesmo, kkk.
Excelentes quotes escolhidos.
Algum livro ser tão bom quanto Nárnia? eu preciso ler! urgeeente!

http://amorporclassico.blogspot.com

Postar um comentário

 

Marco do Percurso Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Modificado por Renato Nascimento