30 outubro 2011

The Book Times #2 - Lançamentos da Editora Baraúna

Postado por Renato Nascimento às 21:14
Reações: 
Oi pessoal, tudo bem?
Hoje era dia de 'Finalmente, o Carteiro!', mas eu nunca compro livros, só no final do ano quando ganho dinheiro, então enquanto não houver parcerias, essa coluna vai deixar de existir. Porém, acredito eu que no final do mês que vem eu poste algo sobre o que chegou, afinal, ganhei duas promoções e a querida Luci vai me mandar uns marcadores.
Chega de enrolação, e vamos ao TBT.



The Book Times #2 - Editora Baraúna




Alexandra Salomé - Rainha dos Judeus
Carolina Portoliveira

   Alexandra Salomé é uma narrativa real, cujos fatos são romanceados de forma vibrante, com sucessivas aventuras. Salomé é uma adolescente judia de Maressa, uma pacata aldeia ao sul da Palestina, que, quando da chegada do pai de uma de suas muitas viagens, vê a vida se transformar de forma radical: a menina, que vivia numa torre tranquila da Fortaleza de Maressa, torna-se mulher no agitado palácio dos asmoneus, em Jerusalém. Obrigada a esquecer seus sonhos românticos e a se submeter a seu marido, um velho tirano, a jovem se fortalece sem tornar-se indiferente ao sofrimento de seu povo e, mesmo sob uma cultura religiosa, que desvaloriza a mulher, consegue se impor, enfim realizando seus sonhos e vivendo um grande amor. Salomé torna-se uma grande rainha da história judaica, comparável à grande Cleópatra: seus feitos superam os da rainha Ester, deixando sua marca não só em Jerusalém, como também em toda a Palestina. Uma história imperdível, para aqueles que gostam de grandes histórias




O Caminho para Esplendor
Michelem Fernandes

  Thomas é um garoto tranquilo que adora a natureza. Mas sua vida pacata na cidade de Valladana muda completamente ao encontrar no quintal de sua casa — com a ajuda do seu espevitado cachorro James — uma chave dourada e misteriosa. Imediatamente, resolve mostrá-la ao seu melhor amigo Fred, que fica impressionado com o achado. A chave não era como outra qualquer, ela pertencia a uma porta de entrada para um lugar fascinante e ao mesmo tempo sombrio: a Floresta Mágica, que era dominada por um ser abominável chamado Malévolo — que habitava o Castelo Esplendor (antes pertencido à rainha Melliny). Junto de seu inseparável amigo Fred, Thomas viaja nessa aventura do bem contra o mal, em que é preciso ter coragem e estar atento a todos os imprevistos de um lugar enfeitiçado.




O Escândalo da Mandioca
               Dalva Almeida

Esta é uma história de um crime, tema que sempre interessou a humanidade, desde os seus primórdios, quando Caim matou Abel. “O Escândalo da Mandioca” trata do homicídio praticado contra um Procurador da República e outros crimes correlatos, praticados por quadrilhas contra o patrimônio público. Entretanto, por terem sido praticados por pessoas que deveriam respeitar as leis vigentes, é mais do que isso: expõe o momento histórico-político no qual se levantou o véu de um Brasil esconso, pleno de falcatruas, subornos, jogos de influência, impunidade. “O Escândalo da Mandioca” é um recado aos homens de boa e má vontade que ainda vivem e viverão. Apesar da tragédia, o seu final acena para a esperança de um Brasil melhor.







Retalhos de Contos e Crônicas
Marins Godói

   Retalhos de Contos e Crônicas é o resultado seletivo, criterioso e lapidado de uma série de textos literários em forma de contos e crônicas que vinham sendo acumulados em cadernos aspirais manuscritos a mão, forma visceral e verdadeira de expor o que a alma, o coração e a mente sentem, como faziam os poetas e escritores surrealistas e concretistas ao estilo de Rimbaud, Baudelaire, Vinicius de Moraes, Drummond, etc. O presente livro é fruto de solidão, lágrimas, frustrações, compaixão, compartilhamento, insatisfação, inconformismo e tantos outros sentimentos que nutrimos em decorrência da multiplicidade de instantâneos, que muitas vezes nos assomam de forma multifacetada e sutil.



 



Os Netboys e o Gênio do Portal W3
Bebete Alvim

    Esta história se passa no ano de 1998, na cidade de Nova Pátria (MG). Muitos brasileiros ainda não possuíam Internet, muito menos banda larga. Jovens internautas, descobrindo o fascínio da web, viviam ocupando as linhas de telefone de suas residências, para as pesquisas escolares e para os encontros nas salas de bate-papo. Raphael e seus quatro amigos – Gustavo, Tiago, Glauber e Otávio – são músicos e possuem uma banda, cujo nome é NET-BOYS. O sonho desses garotos? Sair da garagem, para alcançar fama e sucesso, rumo ao estrelato! Érgon, Crash, Atchim, Boom e Frucini são os nicknames desses internautas, que estão sempre conectados, teclando em linguagem “internetês”. Um belo dia, Rafa recebe uma conexão inesperada de um “Gênio do Portal W3”, que irá mudar a sua vida e a de seus amigos! Uma aventura emocionante, envolvente, misteriosa, empolgante, com situações cômicas. Uma história que irá atingir o público juvenil, revelando o lado “doce e tão bacana da vida”, onde o inesperado pode acontecer a qualquer momento, e dele, os sonhos! Numa época em que a Internet despontava no Brasil, com suas conexões “discadas”, seus usuários estavam à mercê desse encanto. Para descobrir esse novo mundo da informática, era preciso ter paciência com sua conexão e seu modo de operá-la. E pensar que, hoje, basta um clique!




Diálogos
Álvaro Glerean


    Esta obra é fruto de anos de convivência com a Doutrina Espírita. Partindo da real ignorância, paulatinamente foi possível ir adquirindo de maneira sólida e bem sedimentada, noções muitas vezes testadas em reuniões, palestras e principalmente conversas aparentemente informais com pessoas com conhecimento reconhecido. Essa vivência, associada a artigos publicados em revista especializada, permitiram ao autor atrever-se a lançar este livro, por acreditar na valia da conversação bem orientada. Creio ser importante assinalar que o embasamento e a vivência do autor no ramo da medicina muito auxiliaram em relação à associação com os conhecimentos da Doutrina. É intenção desta publicação servir como não só um modesto guia, mas também como lembrete para àqueles que querem se iniciar no conhecimento da Doutrina Espírita, como também aos que se dedicam a ensinar como palestrantes. Como vários conceitos aqui emitidos podem gerar dúvidas ou controvérsias, crê o autor que isto é ótima fonte de sugestões e de motivo de estudos.


Conta-gotas
Luciano José

COMUNICADO: Comunicamos com pesar o desaparecimento de mais uma palavra, uma expressão idiomática. Abandonada, caiu em desuso Não foi mais falada, fadada ao ostracismo. Entre termos arcaicos, virou figura de destaque. Usada por acadêmicos, desprezada pelos laicos. Tal madeira no oceano, poucos se lembrarão dela. Fera abatida depois de solta, ET no mundo dos humanos.












   

     O Encanto do Maior Encontro
          Paulo Cesar Pereira da Silva


    O que acontece aqui esta noite traduz em fato e em verdadeiro sentido, o título de minha obra, este momento mágico e encantador foi preparado lentamente como que a ação do tempo agindo em nossa vida, a ação do tempo me trouxe muitas vezes o desencanto das frustrações quando eu pensava em ter pressa e querer correr contra o tempo, me fez amadurecer e me preparou para entender o moti vo do próprio título, “O encanto do maior encontro“, pode ser o que acontece aqui agora, ou é o encontro das pessoas sensíveis com a beleza e o romantismo da poesia, ou pode ser o encontro do homem consigo mesmo, ou até mesmo o processo de integração entre o ser humano e a natureza, o carinho que foi dispensado a este trabalho é o mesmo que dispenso a cada um de vocês aqui presente, e quero lembrar que durante a nossa vida acontecem tantos encontros e não percebemos os seus encantos, não raramente, preferimos marcar acentuadamente os desencantos, coisa que a poesia vem abominar e devolver a nós o verdadeiro moti vo de marcar sempre um bom encontro, com o encanto de ser o encanto do maior encontro.



      Diário para o Futuro - Os Encontros que tive na vida...
Maria Rosangela Morais Vernarecci


     Afinal o que faz uma vida valer à pena? Foi a partir dessa inquietação que certo dia eu resolvi escrever para meus bisnetos lá no futuro, para lhes contar um pouco sobre mim e ver se achava algo que me respondesse a essa pergunta. Eu me perguntei o que teria de interessante para lhes dizer, uma questão importante desde o início, então resolvi contar sobre alguns encontros que eu tive na vida que ajudaram a construir a pessoa que sou hoje; e através do que digo, espero, eles me conheçam um pouco melhor. Será que ser uma lembrança vaga e distante não bastaria? Hum... Vai que eles nem perguntem quem eu fui... Não chego nem a ser lembrança... Descobri ao escrever esse livro que quando o Ontem, o Hoje e o Amanhã se misturam vira tudo uma grande bagunça. Uma bagunça MARAVILHOSA! E você? Quais foram os encontros que você teve na vida? Quais foram os que te marcaram mais? Quais são seus sonhos? Quais são seus desejos?




      Nascida para ser Selvagem
Anderson Murlik


     Nascida para ser selvagem, a brilhante obra de estreia de Anderson Murlik, faz um verdadeiro tour pelas emoções humanas: ódio, amor, comodismo, paixão, preconceito, ilusão, esperança e amizade. Cada história é narrada de uma forma diferente, procurando trazer ao leitor uma realidade, um sentimento, uma ideia. Sete contos certeiros na arte de nos prender do início ao fim, até a última frase. Não pode existir tarefa mais difícil que terminar um relacionamento, principalmente quando você teme pela própria vida. Em “Nascida para ser selvagem”, conto eletrizante que dá título à obra, o protagonista precisa terminar seu casamento e sair vivo dele para poder viver verdadeiro amor. “Paradoxo” é a mais profunda reflexão sobre praticar o bem e o mal. Nesta história, o protagonista investiu todo o seu potencial para melhorar a vida das pessoas, mas, ao fazer um balanço do bem real que havia feito, pôde chegar a uma conclusão inacreditável. “Vanishla” é o final da trajetória do coronel Alexandre, que vive em um futuro distante, em uma sociedade superdesenvolvida, mas ainda com muitos tabus. Ele deverá decidir até onde um homem pode chegar pelo seu amor. O que você daria para proporcionar a felicidade a seu filho? Augusta estava falida, era questão de tempo ser despejada de sua casa, quando alguém, ou alguma coisa, lhe estende a mão oferecendo ajuda. Para saber o que aconteceu, só lendo “O demônio da Praça Júlio de Castilho”.




       A diaconia do Filho do Homem
              Bruno Godofredo Glaab

    A Diaconia do Filho do Homem é o resultado de uma tese de doutorado realizada na PUC-RJ. Durante a pesquisa, uma preocupação me acompanhou: por que está tão arraigada a mentalidade de que Jesus deveria sofrer até a morte na cruz para nos salvar? Seriam o sofrimento e a morte de Jesus causa de salvação? Ou seria possível entender a redenção realizada por Jesus de outra maneira? Como pano de fundo para esta pesquisa, há o texto de Mc 10,45, onde se lê que o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos. Minha intuição, então, foi buscar elementos exegéticos e teológicos para lançar luzes sobre a teologia da redenção realizada por Jesus. Seria o sofrimento, a morte ou a diaconia de Jesus o caminho da redenção? Depois de muita pesquisa e reflexão, julgo ser possível afirmar: Jesus não precisava sofrer, nem morrer de forma violenta na cruz para realizar a nossa redenção. Ele veio para servir e isso mexeu com o mundo simbólico de então. O sofrimento e a morte foram o preço que ele pagou pelo seu compromisso com o Reino. Quem exigiu o sofrimento e a morte foram as autoridades religiosas e políti cas. Nem o Pai, nem o Filho quiseram essa terrível situação pela qual Jesus passou. Nossa redenção está na diaconia e não no sofrimento e morte de Jesus.




A Saga Vitoriosa de um Operário
Arthur Santos


     No dia 18 de abril de 1966, desci na estação rodoviária Sorocabana e, muito embora ti vesse morado em São Paulo, estava voltando agora na condição de residente; tudo era diferente. A pé, caminhei até o hotel Ouro Fino, localizado na “Boca do Lixo”, recomendado por um colega que lá havia se hospedado. No trajeto, embora curto, senti a diferença entre a movimentação de uma cidade bucólica como Volta Redonda, na época, e uma das maiores cidades do mundo. Era um corre-corre tremendo, todos com pressa caminhando tanto para a rodoviária, como para as estações de trem Luz e Sorocabana, que fi cavam próximas. Carros, ônibus buzinando, bondes, já poucos nessa fase, tocando sinetas, britadeiras recuperando calçadas ou abrindo valas para reparos em instalações subterrâneas. Enfim, um tremendo alarido. Caminhei a esmo, olhando para os altos edifícios que se erguiam por toda parte. Esse seria agora o meu mundo. Já que o escolhi, deveria encará-lo e procurar vencer.




O que vi O que vivi Haiti
Rogério Amante

Na situação em questão, relatada no livro de uma forma coberta de emoção, pelo Cabo Amante – Militar do Exército Brasileiro e integrante da Força de Paz da ONU, no Haiti –, temos a impressão que toda a ordem natural foi subvertida e numa questão de dias a caminhada de toda uma existência ocorreu naquele pequeno espaço de tempo. O relato dos fatos ocorridos, sob a visão do Cabo Amante, de uma forma simples e objetiva e ao mesmo tempo emocionante, como é inerente à atividade militar, nos dá uma mostra do turbilhão vivido por aquelas pessoas. A seleção, o treinamento, as viagens para o exterior, o auxílio na luta pela sobrevivência do país mais pobre das Américas, e por fim a garantia da própria existência diante de uma das maiores catástrofes naturais já ocorridas na terra, o terremoto do Haiti.




A Bruxa de Londres
Paulo de Tarso Perez


Tal romance é uma mistura de situações pouco convencionais bruxo-vampíricas. Por razão deste neologismo fantástico ou de seu conteúdo extrassensorial, este livro parece uma insensatez, uma loucura desmensurada. Pois o é! Uma loucura salutar que diverte, anima, conceitua, ilumina e, principalmente, confirma a versatilidade e extrema criatividade do autor ao escrever. Paulo de Tarso fez um filme em forma de livro. Mais uma vez. Delicie-se









Quando escolhi a Baraúna pra usar nesse TBT, não imagina que ela teria tantos lançamentos. Os únicos livros que me chamaram a atenção foram O Caminho para Esplendor, Nascida para ser Selvagem e a Bruxa de Londres, apesar de não ter entendido sobre o que se trata o livro '-' E tipo, tem uma Torre Eiffel na capa O.O Espero que tenham gostado, e comentem! Não deixem de participar da promoção! 
Você pode encontrar mais informações e comprar os livros na página de Lançamentos da Editora Baraúna. Todas as informações aqui utilizadas foram retiradas do site da editora.

2 comentários:

Millena Bezerra on 31 de outubro de 2011 02:51 disse...

Eu seeeempre estou comprando livros e mais livros tanto é que prometi ao meu namorado e a minha mãe que ia parar um pouco, kkkkkkkkkk.

Seguindo aqui, segue de volta? http://amorporclassico.blogspot.com

Raphaela on 1 de novembro de 2011 14:14 disse...

Eu acho bem bacana os novos lançamentos da editora: estão caprichando na capa que estão bem mais atrativas. E estão trzendo muita fantasia, eu adoro!

Beijokas! :*

Raphaela
Equalize da Leitura
@EqualizeLeitura

Postar um comentário

 

Marco do Percurso Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Modificado por Renato Nascimento